Apresentação | introduction

blue_brush.png

Em seus quase setenta anos de atividades, o Museu Imagens do Inconsciente vem apresentando periodicamente uma parte de sua coleção ao público visitante, de acordo com as suas possibilidades. Por meio da brava atuação da Sociedade Amigos do Museu de Imagens do Inconsciente, as obras vêm recebendo um tratamento museológico de ponta, no qual novas descobertas vão sendo reveladas e muitas memórias estão sendo revisitadas. Tornando cada vez mais certeira a missão visionária deixada pela sua fundadora.

Ainda que estejam em curso muitas atividades de manutenção do acervo, a visitação das galerias do Museu foi interrompida por ocasião da pandemia de COVID-19, que vem assolando todo o planeta. Neste período, seus trabalhos voltaram-se para dentro, no sentido de aprofundar o olhar sobre este patrimônio, buscando novas formas de exibição e compartilhamento, senão de todo, mas pelo menos de uma parte destas obras. E assim, nasceu a ideia de realizar a primeira exposição virtual da instituição, 3 Artistas de Engenho de Dentro, um recorte inédito com obras ainda não conhecidas pelo grande público, cujo formato busca valorizar a força de cada um dos trabalhos.  

Pelo gigantesco volume de obras, a tríplice curadoria desta exposição optou por realizar a pré-seleção das obras pelos veteranos do MII, Eurípedes Gomes da Cruz Junior e Luiz Carlos Mello, que além de ter convivido com os artistas selecionados, possuem a habilidade de resgatar as memórias contidas nestas obras. Os artistas, Adelina Gomes, Fernando Diniz e Octávio Ignácio, têm em comum a vasta produção artística, que remonta de certa forma suas trajetórias, traço característico do resultado do trabalho criado e desenvolvido pela Dra. Nise da Silveira.

Por isso, não há como separar a figura dos criadores, de suas respectivas produções artísticas, porque o processo de construção destas obras e seus códigos estão diretamente relacionados com a história de vida de cada um deles e dela. Esta exposição proporciona ao seu observador um mergulho em três universos distintos, que transitam entre feminino e masculino, sistemas e organização de imagens, cores saturadas e linhas. 

Impossível não se emocionar com tamanha beleza!


Marco Antonio Teobaldo
Curador e membro da Sociedade Amigos Museu Imagens do Inconsciente

usa_flag.png

In its nearly seventy years of activities, the Museum of Images from the Unconscious periodically presents part of its collection to the visiting public, in accordance with its possibilities. Recently, thanks to the brave actions of the Society of Friends of the Museum of Images from the Unconscious, the works received recently a state-of-the-art museum treatment, thanks to which new discoveries were made and many memories revisited. This further accomplishes the visionary mission left behind by its founder.  

Although many maintenance activities are continuing, visits to the museum galleries have been interrupted due to the COVID-19 pandemic, which has been plaguing the entire planet. In this period the work has turned inward, to deepen our view on this heritage, finding new ways of exhibiting and sharing, if not all, at least part of these works. And so the idea arose to organize the institution’s first virtual exhibition − 3 Artists from Engenho de Dentro − with an unprecedented selection of works that the general audience doesn’t yet know, and whose format seeks to acknowledge the strength of each of the works.

Because of the size of the collection, the exhibition’s curatorial team of three decided the pre-selection of works was made by MII veterans Eurípedes Gomes da Cruz Júnior and Luiz Carlos Mello, who, besides having spent time with the selected artists, are able to recover the memories behind the works. The artists − Adelina Gomes, Fernando Diniz and Octávio Ignácio − all have a vast artistic output that in a certain way recounts their trajectories, a characteristic feature of the result of the work created and developed by Dr. Nise da Silveira. 

Therefore we can’t separate the figure of the creators from their respective artistic production, because the process of creating these works and their codes are directly related to the life story of each of them. This exhibition provides the viewer with an immersion in three distinct universes that move between feminine and masculine, between systems and the organization of images, between saturated colours and lines.


It’s impossible not to be touched by such beauty!

Marco Antonio Teobaldo
Curator and member of the Society of Friends of the Museum of Images from the Unconscious